Notícias

Turra quer tornar Campestre da Serra a Capital Gaúcha da Amora

08/06/2022

Para valorizar Campestre da Serra pela dedicação ao cultivo de amora, o deputado Sérgio Turra (Progressistas) protocolou, no último dia 03, o Projeto de Lei que declara o município como a “Capital Gaúcha da Amora”. Segundo os secretários de Administração, Tesio Fernandes, e da Agricultura, Tairo Balardin, atualmente cerca de 150 produtores cultivam a fruta no município, em uma área cultivada de 100 hectares.


“Sugeri esta proposição para atender uma demanda do executivo, através das secretarias da Agricultura e da Administração, e da comunidade local. O objetivo é alavancar a economia e o turismo do município, com incremento significativo na geração de empregos e renda”, justificou o parlamentar.


O cultivo de amora em Campestre da Serra iniciou com cerca de seis produtores e teve grande expansão a partir de 1996. No ano passado, a produção do fruto chegou a 1.500.000kg, representando uma receita bruta de R$ 8 milhões e produtividade média de 15.000kg por hectare. O produto é enviado para todas as regiões do país, principalmente Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.


De acordo com Balardin, a previsão é de que ocorra um acréscimo na produção até 2023, passando para duas mil toneladas. Além disso, o executivo prepara a primeira Festa da Amora no município, prevista para ocorrer no mês de novembro deste ano. 


O projeto seguirá em tramitação na Assembleia Legislativa e, depois, será apreciado em plenário. 


Compartilhe