Notícias

Turra reage ao projeto que propõe o fim dos rodeios no Estado

05/05/2022

Defensor do tradicionalismo, o deputado Sérgio Turra (Progressistas) reagiu contra o projeto protocolado pelo colega deputado Rodrigo Maroni (PSDB), que proíbe a realização de rodeios no Rio Grande do Sul. Em um vídeo divulgado nesta quarta-feira (04), nas redes sociais, Turra disse que o projeto é uma afronta à cultura gaúcha e deve ser combatido da maneira que merece. “Este absurdo, que em todo o período eleitoral reaparece, só pode ser fruto de quem não conhece os rodeios”, avaliou.


Como defensor do setor primário na Assembleia Legislativa, Turra é autor de diversas leis que valorizam a tradição gaúcha e os esportes equestres. “As atividades tradicionalistas têm impacto econômico e social, gerando renda, empregos e estimulando o turismo do Rio Grande do Sul”, justifica.


O parlamentar explica que as acusações, descritas no projeto, de que os organizadores de provas equestres maltratam os animais são injustificadas e embasadas em falsas premissas. “As associações possuem comissões de bem-estar animal, equipes de médicos veterinários para acompanhar as competições, e protocolos de segurança para coibir maus tratos. Nenhum animal é maltratado. Pelo contrário, esses cavalos recebem tratamento de atletas profissionais. Essas acusações são injustificadas e embasadas em falsas premissas”, avalia.


Por fim, Turra afirma que manterá posição firme contra projetos que vão contra os esportes equestres e desvalorizam as atividades tradicionalistas. “Vou atuar com veemência, no parlamento gaúcho, contra iniciativas arbitrárias e demagógicas que tentam impedir a realização das competições equestres. Não podemos permitir que uma mentira repetida mil vezes se torne uma verdade. O bom gaúcho zela pelos bons tratos aos animais. Para além das questões culturais e esportivas, os rodeios movimentam a economia das cidades”.


Compartilhe