Notícias

Turra prestigia o lançamento da Expodireto e fala sobre a importância de incentivos ao agronegócio

08/02/2022

Nesta segunda-feira (07), o deputado Estadual Sérgio Turra (Progressistas) prestigiou o evento de lançamento da Expodireto Cotrijal 2022, uma das maiores feiras do agronegócio internacional. A cerimônia ocorreu em Porto Alegre e contou com a presença de lideranças do setor, imprensa, políticos e outras autoridades federais e estaduais.  A feira, uma das principais do calendário nacional de eventos agropecuários, será realizada entre os dias 7 e 11 de março, em Não-Me-Toque.

 

Em sua 22ª edição, a Expodireto deste ano marca a volta do formato presencial e tem como objetivo a retomada do otimismo. “O momento é difícil. O estado enfrenta mais uma grave estiagem nesta safra de verão, com perdas irreversíveis na soja e no milho, mas também no leite e em outras culturas. Teremos, portanto, o desafio de recuperar o otimismo do setor”, lembrou Turra.

 

Para o deputado, as intempéries climáticas, como a estiagem, devem ser encaradas como um problema comum do Estado e não apenas do agricultor. “Precisamos intensificar os debates e apresentar soluções para as vicissitudes da meteorologia. Afinal, todos nós somos ou seremos impactados”, ressaltou.

 

O presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, também falou sobre os efeitos climáticos e lembrou que a feira tem o intuito de trazer tecnologia, inovação e oportunidades para o produtor enfrentar este e outros problemas.

 

Turra acrescentou que estudos da Embrapa já confirmam que as supersafras são fruto da capacidade de colher mais em uma mesma área, graças a inovação e uso da tecnologia. “Há quem ainda insista em associar o extraordinário crescimento da produção agrícola nos últimos 20 anos à derrubada de florestas.  Mas a Embrapa já demonstrou que as supersafras são fruto do crescimento exponencial da produtividade”, lembrou.

 

Para o parlamentar, em um Estado em que o agro representa quase 40% do PIB, é fundamental defender e estimular o setor. “E é isso que tenho feito no parlamento gaúcho. O DNA vocacional do país é o agro. Somos respeitados como uma superpotência. Não há argumentos contra um setor que avança a passos largos e alimenta o mundo”, destacou.

 


Compartilhe

Galeria de fotos