Notícias

“A nova delegacia de Marau é um marco para a Segurança Pública do RS”, disse Turra

13/01/2022

Nesta quarta-feira, dia 12, o deputado Sérgio Turra (Progressistas) esteve em Marau, região norte do Estado, para a cerimônia de inauguração de uma das mais modernas delegacias de polícia do RS. Durante o evento, Turra representou a Assembleia Legislativa do Estado.


As novas dependências da PC de Marau foram planejadas para prestar um serviço de excelência para a população. O órgão, que funcionou por mais de 35 anos na Avenida Barão do Rio Branco, agora passa a ter nova sede, ao lado do Fórum e do Ministério Público, na Rua Alberto Zanatta, n° 761, bairro Cidade Alta.


Turra acompanhou o evento ao lado do vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, do colega deputado Vilmar Zanchin, da chefe de polícia, delegada Nadine Anflor, servidores da segurança e do prefeito Iura Kurtz. “ Estou muito orgulhoso da minha terra natal, Marau, em ter firmado esta importante parceria que possibilitou a construção da delegacia de polícia mais moderna do RS, com um estrutura fantástica e serviços de inteligência que irão dar mais proteção a toda região”, comentou Sérgio Turra.


A estrutura está num terreno de 2,4 mil m², sendo 1,5 mil m² de área construída, distribuídas em três andares e 52 salas. O investimento ultrapassa R$ 3,5 milhões e foi possível graças a um convênio entre Estado, município e iniciativa privada, além da colaboração de empresários e cidadãos de Marau.


A inauguração também marca a ampliação da estrutura para utilização do sistema Olho Vivo, tecnologia para monitoramento e análise de imagens, que terá à disposição nos equipamentos no setor de investigação da DP.


Ativo desde 2014, o Sistema Olho Vivo é uma tecnologia que está abrigada dentro do Setor de Investigações. Porém, no novo espaço, a capacidade de processamento de imagens será ampliada ??“ serão seis monitores de 50 polegadas, três computadores para o manuseio de vídeos e duas máquinas para o monitoramento propriamente dito. Até então, antes da inauguração da sede, a tecnologia funcionava com um computador e somente dois monitores.


O delegado Norberto dos Santos Rodrigues, titular da delegacia, enfatiza que as instalações do órgão foram planejadas para oferecer um serviço qualificado. A sala que será utilizada para os interrogatórios já foi instalada com todas as adequações tecnológicas necessárias para função, como isolamento de som externo. “Nossa delegacia possui uma estrutura tecnológica e de ponta. A sala de depoimentos é sem janelas e praticamente sem móveis, com paredes mais grossas que impedem que o barulho externo atrapalhe o interrogatório. Quando necessário, o espaço está preparado para receber o detector de mentiras”, explica o delegado.


Compartilhe

Galeria de fotos