Notícias

Estiagem: Turra defende novas ações e união para proteger o produtor

04/01/2022

O deputado estadual Sérgio Turra (Progressistas) defendeu nesta semana, uma ação mais concreta do Poder Público para proteção aos produtores rurais gaúchos que estão sendo castigados pela estiagem histórica.


Segundo o deputado, a seca deve causar enormes prejuízos para a economia do RS e afetar boa parte dos agricultores. “ Temos que nos mobilizar para ajudar os produtores neste momento, principalmente para pressionar o Governo Federal a revisar o zoneamento agrícola da soja no Estado, que acabou no final do mês de dezembro. A prorrogação do prazo poderá garantir um novo plantio quando a chuva retornar e também assegurar o acesso ao Proagro, seguro agrícola direcionado aos beneficiários do Pronaf”, comentou Turra.


Até o mento mais de 110 municípios gaúchos já decretaram situação de emergência devido a estiagem. A tendência, segundo especialistas, é que nas próximas semanas outros municípios irão encaminhar ao Governo do RS os seus decretos de situação de emergência. “ Além de trabalhar para ajudar os produtores rurais neste momento, temos que pensar também nas mais de 10 mil famílias gaúchas que já estão sem água para o consumo. Muitas prefeituras estão fazendo o transporte da água potável em caminhões pipa, mas irão precisar de ajuda do Governo do Estado, já que a demanda pode aumentar nas próximas semanas”, destacou o deputado.


A Associação dos Produtores de Soja do Rio Grande do Sul (Aprosoja/RS) está  defendendo há 30 dias a prorrogação do período de Zoneamento Agrícola de Risco Climático da soja em território gaúcho. Os agricultores ainda têm 10% da área prevista para semear, estimada em 6,1 milhões de hectares. A sugestão da Aprosoja/RS é que o zoneamento seja ampliado até 30 de janeiro. Muitas áreas também devem ser replantadas.


Turra informou que estará ao lado dos agricultores nesta luta pela revisão do zoneamento e na liberação junto ao Poder Público, de medidas de socorro aos produtores. “ A união dos Governos Federal e Estadual, junto com as entidades, será fundamental para amenizar o enorme prejuízo dos produtores, que pode afetar significativamente a economia gaúcha em 2022. Conversei com o vice presidente da Aprosoja/RS, Ireneu Orth, que também é o suplente do nosso Senador Luis Carlos Heinze, no qual informou as ações da entidade junto ao Ministério da Agricultura e a expectativa positiva sobre a prorrogação do prazo ”, disse o deputado.


 

 

 

 


Compartilhe