Notícias

"As reformas estruturantes que lideramos possibilitou os investimentos em infraestrutura no RS”, diz Turra

09/06/2021

Nesta quarta-feira (09), o deputado estadual Sérgio Turra (Progressistas) participou do ato de lançamento do Plano de Obras do Estado, no Palácio Piratini. O governo anunciou o investimento de R$ 1,3 bilhão para a construção de acessos municipais e a recuperação de rodovias gaúchas.

 

O programa transversal 'Avançar' está baseado em três eixos que projetam, estrategicamente, um novo ambiente com mais desenvolvimento e qualidade de vida para a população: Avançar no Crescimento, Avançar para as Pessoas e Avançar com Sustentabilidade.

 

O projeto consiste em um extenso plano de obras viabilizadas através de recursos públicos. Para o governador, Eduardo Leite, este é um dos maiores investimentos da história do Rio Grande do Sul na área. O, outro, é o projeto de concessão de rodovias, na qual a iniciativa privada investirá, nos próximos 30 anos, o valor expressivo de cerca de R$ 10,6 bilhões.

 

O plano 'Avançar' prevê investimentos em 28 acessos municipais e 20 ligações regionais, na elaboração de 39 projetos executivos, na quitação de recursos para conclusão de obras contratadas via 39 convênios e na conservação e recuperação de rodovias. As obras serão realizadas nas nove regiões funcionais do Departamento Autônomo de Estadas e Rodagem (Daer). A abrangência das regiões está detalhada com base nos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes).

 

“Isto é fruto de um trabalho intenso do nosso mandato e de todo o parlamento gaúcho. A melhoria da infraestrutura rodoviária é fundamental para o setor primário e irá beneficiar todas as regiões e milhares de cidadãos. Me sinto orgulhoso em liderar e ter participado de lutas no parlamento que estão possibilitando este investimento. As reformas estruturais do Estado, a batalha pela redução de impostos e o fim do plebiscito para debater a redução da máquina pública, foram essenciais para este resultado", considera Turra. 

 

Acessos municipais

Em dezembro de 2018, o Rio Grande do Sul tinha 62 acessos municipais não pavimentados. Nos últimos dois anos, 11 foram executados e entregues à população. Estes estão localizados nos municípios de Boqueirão do Leão, Caraá, Carlos Gomes, Guabiju, Muliterno, Santo Antônio do Palma, São José do Hortêncio, Cerro Largo, Sertão Santana, Sério e Ubiretama.

Dos 51 acessos não pavimentados restantes, 28 estão contemplados no plano de obras. A previsão para este investimento é de, aproximadamente, R$ 328,5 milhões. Cinco deles serão entregues neste ano em Nova Bréscia, Coqueiro Baixo, Lagoa Bonita do Sul, Cerrito, Rolador e Itacurubi. Os demais serão entregues em 2022 e 2023.

 

Ligações regionais

Com um investimento de cerca de R$ 522,9 milhões, o plano do governo prevê a conclusão de 20 ligações regionais.

Duas que envolvem obras complementares da ERS-118 e uma ligação regional em Maçambará, que serão entregues ainda neste ano.

As outras 18 serão concluídas nos próximos anos e 2 em 2022 e em 2023. 

 

Recuperação e conservação de rodovias

O plano de obras prevê investimentos de R$ 294,7 milhões na recuperação e na conservação de rodovias.

 

Confira nas imagens os municípios e regiões contemplados pelo plano.

 



Compartilhe

Galeria de fotos