Notícias

Projeto declara Barra do Ribeiro “Terra de Fábrica de Gaiteros”

04/09/2019

O município Barra do Ribeiro recebeu o título “Terra de Fábrica de Gaiteiros” devido ao projeto desenvolvido pelo Instituto Renato Borghetti de Cultura e Música. Criada em 2010, a organização sem fins lucrativos tem por objetivo manter viva a tradição do Rio Grande do Sul por meio da música tocada pela gaita-ponto. A relevância do trabalho realizado motivou o deputado estadual Sérgio Turra (Progressistas) a sugerir o Projeto de Lei 226/2019, aprovado nesta terça-feira (03) pela Assembleia Legislativa.

 

Idealizado pelo acordeonista Renato Borghetti, a Fábrica de Gaiteiros forma alunos de acordeão diatônico, instrumento conhecido como gaita de oito baixos ou gaita-ponto. O instituto oferece a formação gratuita para crianças de 7 a 15 anos, que também aprendem a confeccionar o instrumento.

 

“Todo esse trabalho é realizado pelo Borghetti, um músico que teve a sensibilidade de reconhecer uma das maiores tradições gaúchas. Ele, que viu na sua trajetória a possibilidade de fazer história para as novas gerações, merece esse reconhecimento do nosso Parlamento”, justificou Turra. A proposição também reconhece o Instituto como de relevante para a educação musical, o turismo e a cultura rio-grandense. 

 

“Quando iniciamos este trabalho, eu sabia que estávamos criando um projeto relevante para toda a sociedade. Porém, não imaginávamos que alcançaríamos este patamar em tão pouco tempo”, disse Borghetti.  

 

Atualmente, a Fábrica de Gaiteros conta com 530 alunos em suas 12 unidades, localizadas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Mais de mil crianças já participam do projeto. 

O PL agora segue para sanção do governador do Rio Grande do Sul. 


Compartilhe

Galeria de fotos