Notícias

Lançada mobilização para incentivar as denúncias de crimes no campo

05/07/2018

 Iniciativa é liderada pelo deputado Sérgio Turra, que preside a Frente Parlamentar de Combate aos Crimes Agropecuários

 

Em resposta à insegurança que preocupa os produtores rurais do Rio Grande do Sul, foi lançada na manhã desta quinta-feira (05), em Porto Alegre, uma mobilização para incentivar denúncias de crimes rurais e abigeato. A iniciativa é da Frente Parlamentar de Combate aos Crimes Agropecuários (FPCCA), da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Sérgio Turra (Progressistas).

 

De acordo com o parlamentar, a falta de registros é hoje o principal entrave enfrentado pelas forças de segurança no combate à violência no campo. “Em audiências realizadas pela FPCCA em diferentes regiões do Estado, vimos a necessidade de integrar informações para colaborar com o trabalho da inteligência policial,” destacou Sérgio Turra.

 

As Delegacias Especializadas na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (DECRABs), inauguradas este ano em Bagé e Santiago, foram propostas por Sérgio Turra e acolhidas pelo Governo. Iniciativa inédita no país, as delegacias atuam em todo o Estado e vêm apresentando bons resultados. “O objetivo desta mobilização é dar força ao excelente trabalho desenvolvido por esses policiais”, acrescentou Turra.

 

Apoio de instituições

 

Representante do Ministério Público no lançamento da mobilização, o promotor Luciano Vaccaro lembrou que combater a criminalidade no meio rural repercute em diversos setores. “É importante também para a saúde pública, na medida que precisamos assegurar a qualidade dos alimentos que chegam à mesa. Também influi na receita do Estado, em função dos impostos que deixam de ser arrecadados com o crime organizado”, explicou.

 

Luiz Fernando Pires, da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (FARSUL), parabenizou a iniciativa e registrou o apoio da entidade à causa. O delegado da DECRAB de Bagé, André de Matos Mendes, pontuou que a falta de registros impede a polícia de dimensionar os delitos ocorridos, ressaltando que a identidade das vítimas é preservada, pois as denúncias são anônimas.

 

Para encerrar, Turra pediu o apoio da sociedade e das entidades representativas dos produtores para a divulgação da campanha. O deputado destacou que as denúncias podem ser feitas para o telefone ou o e-mail das DECRABs ou nas Delegacias de Polícia do Estado. Mais informações podem ser obtidas no site www.segurancanocampo.com.br.


Compartilhe

Galeria de fotos